top of page

A impermeabilização da baldrame é realmente necessária?

Atualizado: 4 de nov. de 2023

A viga baldrame é uma parte da estrutura que está em contato direto com o solo durante toda a "vida" da edificação, sendo assim a tendência é que ela absorva a água que está no solo, a princípio parece que a água não chegará até o solo já que a edificação está sobre ela e existe piso e uma cobertura sobre toda a área, porém a água é um elemento que possui duas funções na construção civil.


Ser sua "amiga" na hora de construir facilitando os processos de execução.

Ser sua pior inimiga após a conclusão da obra, infiltrando na estrutura.


A água infiltra em qualquer abertura por minúscula que seja. Tem aquele ditado "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura", com o passar do tempo a água infiltra na estrutura e chega até as armaduras e assim se inicia o processo de corrosão que explicarei em outro artigo no blog.


Imagem ilustrativa.
Impermeabilização da baldrame e de 3 fiadas da alvenaria.

Quando ocorre a impermeabilização adequada da viga baldrame, como no exemplo acima, a água que passaria pela baldrame e chegaria até a alvenaria e posteriormente ao reboco e pintura, fica retida na viga baldrame e impede que ocorram esses problemas além de outros que possam acontecer dependendo do caso. A água que infiltra na baldrame também se torna muito menor, pois é realizado a impermeabilização da parte superior e laterais da baldrame.



Nas vigas baldrames, quando não são realizados os processos de impermeabilização, como no exemplo acima, a água que está no solo, ou por infiltrar pela parte de cima do piso, ou provinda de água da chuva que encharca o solo ao redor da edificação, esta água se mantém abaixo do piso por um longo período de tempo conforme atividades externas vão adicionando mais umidade ao solo, aos poucos vai infiltrando de forma capilar na viga baldrame e continua subindo até chegar na alvenaria, onde começam problemas como bolor, mofo, deslocamento de revestimentos e reboco, bolhas de ar na pintura entre outros problemas que podem surgir.


Obra executada em Cascavel Pr
Impermeabilização de baldrame com tinta asfáltica.

O ponto mais importante disso tudo é o dinheiro, e com toda certeza lhe digo que sempre será melhor prevenir do que remediar, o investimento para a impermeabilização da viga baldrame varia conforme o tamanho da obra e existem diversos produtos no mercado, dois exemplos são: Neutrol e Denvertec, onde seu material pode ser uma manta asfáltica como é o exemplo do Neutrol ou uma argamassa impermeabilizante a base de cimento como é o caso do Denvertec. Além destes, existem diversos produtos e marcas para impermeabilização alguns mais rígidos e outros mais flexíveis.

Impermeabilizante mais rígido feitos com um sistema cimentício suportam impactos de menor porte. Já impermeabilizantes mais flexíveis que é o caso das membranas poliméricas e mantas asfálticas suportam deformações de maior porte. A escolha do melhor impermeabilizante deve ser definida pelo responsável técnico, conforme a classe de agressividade do solo e do ambiente em que será exposto essa estrutura.


Como é feito o processo de impermeabilização das vigas baldrames.

​​

Após a concretagem e o tempo de cura do concreto, é realizado a desforma das vigas, onde o concreto fica exposto e podem aparecer imperfeições nas vigas, que são causadas por não acomodar corretamente o concreto por meio de vibrador, ou por aplicar um concreto mais seco, não fluindo corretamente por meio das armaduras. Caso isto ocorra deve ser feito a correção por meio de uma massa de cimento, areia e água com traço (1 cimento : 2 ou 3 areia) é uma mistura forte para compensar a falha e falta de brita.

É realizado então uma limpeza sobre as vigas para retirar as impurezas e detritos que possam atrapalhar na impermeabilização em alguns casos e necessário realizar uma lavagem na estrutura e aguardar a secagem, para posteriormente fazer a aplicação do impermeabilizante, 2 demãos geralmente são o suficientes para cobrir toda a viga e gerar o desempenho desejado.

Ainda, é recomendado o assentamento de 3 fileiras de tijolos com argamassa impermeabilizante, que nada mais é do que a adição de um aditivo impermeabilizante na argamassa normal como por exemplo o Vedacit ou o Sikatop.

E caso o responsável técnico julgar necessário devido a agressividade do meio e o nível de umidade ao qual a estrutura está exposta, deve ser aplicado nestas 3 fileiras de tijolos um produto impermeabilizante feito com um sistema cimentício como o Denvertec por exemplo. Devem ser aplicados pelo menos 3 demãos sobre a alvenaria em sentidos opostos, exemplo: 1ª demão na horizontal, 2ª demão na vertical, 3ª demão na horizontal de forma a cobrir toda a alvenaria.

Áreas molhadas como banheiros e lavanderias deve ser aplicado também um produto impermeabilizante cimentício, sobre o contrapiso e de 20 a 30 cm de altura na parede, podendo ainda elevar até 1,50m caso necessário dentro de box de banheiro ou área molhada de lavanderia.


Sempre converse com o responsável técnico de sua obra e veja se o processo de impermeabilização utilizado em sua obra garante uma estanqueidade adequada e evita que ocorram infiltrações na estrutura.


Patologias

Problemas como bolor, mofo, bolhas na pintura e soltar o reboco são algumas patologias que surgem de forma aparente, porém a estrutura também é afetada internamente, onde ocorre a infiltração de água e atinge armaduras das vigas e pilares, geram a corrosão destas armaduras que são a produção de óxidos/hidróxidos de ferro a partir do contato com a água. Desta forma como é gerado este produto da corrosão em cor avermelhado a barra de aço expande seu tamanho o que acaba aumentando a pressão sobre o concreto de cobertura destas armaduras causando trincas e posteriormente seu rompimento.


Este pode se tornar um problema muito grave, pois expondo a armadura a estrutura deixa de resistir aos esforços solicitantes e em alguns caso pode chegar a ruptura total da edificação por falha em apenas um pilar devido a infiltração de água. Na viga baldrame não é diferente, apenas não vemos.


Imagem retirada do google.
Fonte: Tecnosilbr (https://www.tecnosilbr.com.br/corrosao-de-armadura-o-que-causa-e-como-amenizar-esse-dano/) Acessado: Maio de 2019 Exemplo de corrosão

A impermeabilização não apenas da baldrame, mas também de áreas molhadas, primeiras fileiras de tijolos, parte de baixo do reboco de paredes, impermeabilização na pintura, todas são de extrema importância para evitar futuras patologias na estrutura, da mesma forma como é importante realizar as manutenções periódicas da edificação.


Converse com o responsável técnico de sua obra e tenha a certeza de que tudo está sendo feito de acordo com o planejado, garantindo a segurança e estanqueidade da edificação.

9.129 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


Logo.png
bottom of page